O Projeto Geocurtas nasceu vinculado às atividades do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência. Em suas primeiras versões teve como objetivo apresentar uma geografia escolar, por meio de produções audiovisuais, para além dos conteúdos das salas de aula. As atividades aconteciam semanalmente em escolas de educação básica e estava organizada em duas frentes, a exibição de filmes e um momento para debate e conversas com os estudantes. O Geocurtas buscava exibir filmes e documentários em sua maioria de produção nacional, apoiado na lei 13.006, de junho de 2014, que determina a exibição de filmes de produção nacional como componente curricular complementar integrado à proposta pedagógica da escola, sendo a sua exibição obrigatória por, no mínimo, duas horas mensais. A nossa preocupação era exibir filmes com temáticas relevantes que poderiam ser problematizadas e discutidas na escola. 

Atualmente, o projeto foi recuperado com o objetivo de criar com as imagens audiovisuais produções que representem a experiência dos acadêmicos em espaços formais e/ou não formais de educação. As atividades estão distribuídas tanto nas ações do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência – PIBID Geografia, como nas disciplinas de Estágio Curricular Supervisionado em Geografia I, II e III.  

geocurtas

Nossas produções

Audiovisual produzido a partir das experiências do PIBID Geografia UDESC com a turma do sétimo ano (E.F.) da escola Dilma Lúcia dos Santos, em Florianópolis/SC. Os jogos lúdicos são uma maneira muito interessante de envolver os estudantes de forma divertida, mas ainda focada no assunto da aula. Acervo PIBID, 2018.

Audiovisual resultado de um semestre de trabalho do PIBID Geografia UDESC com a escola Dilma Lúcia dos Santos. A partir da música, a turma de sexto ano realizou saídas de campo para os locais citados na música, identificando nos mesmos elementos geográficos que auxiliariam nas atividades em sala de aula após a saída. Acervo PIBID, 2018.

Após conviver na escola Porto do Rio Tavares e identificar as problemáticas presentes naquele espaço escolar, o grupo PIBID produziu um audiovisual em defesa da escola e melhorias na mesma, mobilizando estudantes, professores e ex-membros da escola. Acervo PIBID, 2018.