PESQUISAS ATUALMENTE EM ANDAMENTO

O PODER DAS IMAGENS E SUAS GEOGRAFIAS: UMA ANÁLISE DA PEDAGOGIZAÇÃO VISUAL EM DISCURSOS E NARRATIVAS SOBRE O ESPAÇO

2019 - atual

A confluência da crescente produção de imagens no mundo contemporâneo e da amplitude alcançada pela circulação destas em diferentes veículos de divulgação tem colaborado cada vez mais na formação de imaginários espaciais. Consideramos que a função da imagem extrapola as singelas ações de informar e ilustrar determinada paisagem, as imagens nos educam e produzem em nós conhecimento sobre o mundo. A partir dos jogos cruzados em torno da cultural visual nossa proposta consiste em explorar 1) o papel educativo das imagens por meio da análise de discursos e narrativas sobre os quais as representações constroem imaginários geográficos; 2) os registros visuais postos em circulação e o conjunto de imagens que exploram as identidades sociais na paisagem; e 3) as estratégias de fixar significados às representações e as relações de poder imbuídas entre as imagens e seu contexto. Para tanto, o exercício proposto é cartografar um conjunto de registros visuais, dentre eles as fotografias, os mapas, as obras pictóricas, as imagens publicitárias, as histórias em quadrinho etc., derivados de fontes documentais e referências bibliográficas em arquivos de diferentes naturezas como revistas e jornais impressos, livros didáticos e cinema. Por meio dessas fontes, o que se pretende colocar em causa é a arqueogenealogia da racionalidade pedagógica em espaços além dos escolares, ou seja, o que pretendemos é explorar as estratégias pedagógicas de produção espacial e, em suma, as lógicas, procedimentos, objetivos e economias de poder circunscritos às imagens.

 

Coordenadora: Profa. Dra. Ana Paula Nunes Chaves

​EXPERIÊNCIAS EDUCATIVAS DA PAISAGEM: UMA CARTOGRAFIA DO PARQUE MUNICIPAL DA LAGOA DO PERI, FLORIANÓPOLIS/SC

2017 - atual

O projeto de pesquisa ora apresentado tem por objetivo perspectivar analiticamente as manifestações naturais e culturais da paisagem do Parque Municipal da Lagoa do Peri, tendo em vista uma cartografia socioambiental das transformações espaciais a qual subsidiará o desenvolvimento de material didático-pedagógico e de oficinas educativas. De acordo com tal objetivo, assinalam-se práticas que permitem dimensionar as transformações espaciais do Parque, bem como seus conflitos e potencialidades, apontando para os modos como atualmente se perfaz a preservação do patrimônio natural, o desenvolvimento social da comunidade tradicional e a promoção de ações educativas de diferentes naturezas. A pesquisa será conduzida em quatro etapas de trabalho complementares: a primeira destina-se a organização e levantamentos iniciais do processo de pesquisa, assim como das fontes documentais vinculadas ao Parque. A segunda etapa está relacionada à pesquisa exploratória em trabalhos de campo. Nesta etapa, objetivamos identificar e classificar as subformações vegetais e as sobreposições territoriais do Parque, realizando um mapeamento in loco de elementos naturais e culturais presentes na paisagem. A partir dos trabalhos de campo, produziremos a espacialização, seleção e análise dos dados com o auxílio de imagens de satélite. Com os dados cartografados e documentados, será realizada a eleição de eixos de aprofundamento que subsidiarão o desenvolvimento do material e das oficinas educativas no Parque e em escolas municipais do entorno, estando estes diretamente associados a processos formativos para professores. Dentre os resultados esperados, destacamos o fomento para criação de uma rede científica de apoio ao Parque Municipal da Lagoa do Peri; para promoção de estudos da paisagem geográfica em suas manifestações naturais e culturais; para novas iniciativas voltadas à elaboração de material educativo em unidades de conservação; para novas experiências de trabalho com escolares e incentivo à formação continuada para professores. Espera-se, também, a disseminação de resultados parciais e finais através de produções em diferentes formatos e apresentação em eventos científicos.

Coordenadora: Profa. Dra. Ana Paula Nunes Chaves

Integrantes: Prof. Dr. Jairo Valdati, Prof. Dr. Rodrigo Pinheiro Ribas e Profa. Dra. Geovana Lunardi

AS TELAS DA ESCOLA: CINEMA E PROFESSORES DE GEOGRAFIA

2016 - atual

A pesquisa As telas da escola: cinema e professores de Geografia tem como objetivo estabelecer relações entre cinema brasileiro e profesores de geografia, no intuito de traçar um panorama geral que nos permita visualizar, de forma micro e macro, a utilização do cinema no âmbito escolar. A partir de um único instrumento de investigação, um questionário-base com 16 perguntas*, os polos integrantes da Rede Internacional de Pesquisa Imagens, Geografias e Educação entrevistaram professores da educação básica em diferentes regiões do Brasil e da América Latina.

*Clique aqui para mais detalhes do questionário

O QUE PODE A CARTOGRAFIA E A GEOGRAFIA? INVESTIGAÇÕES E INVENÇÕES EM EDUCAÇÃO

2015 - atual

O presente projeto de pesquisa apóia-se na investigação das imagens-clichês dos mapas e da geografia escolar presente em livros didáticos e outros documentos de referencia nacional e estadual, nas demais imagens ilustrativas presentes nos espaços informais cuja enfase recai no caráter informativo desses temas. Num segundo momento é a educação como inveção que nos interessa para nos fazer pensar o que pode a geografia e a cartografia. Nesse sentido a invenção caminha no sentido de fazer aparecer uma série de outras imagens e saberes destituídos do clichê e do seu caráter exclusivamente informacional. Objetiva-se investigar, identificar, analisar e produzir estratégias educacionais inventivas em Geografia voltadas à formação de um educador comprometido com questões do contemporâneo e que seja capaz de acrescentar outros saberes e outras imagens a geografia e a cartografia escolar. A proposta, centrada também no uso de diferentes linguagens, baseia-se em algumas etapas: análise de livros didáticos; e autores diversos na Geografia que já vem desenvolvendo pesquisa neste sentido, analise de eventos específicos, investigação da produção de alguns artistas contemporâneos e autores da filosofia que lidam com mapas e cartografias; análise de documentos e execução de materiais que visem auxiliar os processos de formação de professores através de audiovisuais, fotografias, bricolagens e, uma análise dessas produções com vistas à configuração de uma outra política das imagens e da informação geográfica utilizada na escola. Como produto final, além dos relatórios e textos acadêmicos, confeccionaremos Atlas e materiais audiovisuais que serão socializados nos espaços percorridos pela pesquisa e em site próprio.

 

Coordenadora: Ana Maria Hoepers Preve

Integrantes: Danilo Stank Ribeiro, Michele Martinenghi Sidrônio de Freitas, Valéria Cazzeta, Cristiano Binotti Muller Carioba, Willian Sartor Preve, Camila Verena Barbosa, Luiz Guilherme Augsburger, Gislaine Waltrick e Sandro Pinheiro